Regime monofásico: o que é e como ele ajuda sua oficina a economizar impostos

Já escutou falar sobre regime monofásico, mas acabou não entendendo exatamente do que se tratava e ainda menos, como poderia “aplicá-lo” na sua oficina para economizar impostos?

Pois bem, o texto de hoje foi escrito justamente para você que quer descomplicar esse assunto e entender absolutamente tudo, detalhe por detalhe. Quer saber como pode sair beneficiado com ele? 

Então, continue lendo e tire todas as suas dúvidas agora mesmo:

Impostos e o regime monofásico:

Atualmente existem vários impostos que são obrigatórios e precisam ser pagos pelos empreendedores e donos de uma oficina. Infelizmente esses custos vêm a acarretar de forma negativa, já que, normalmente, se tratam de altos valores tributários.

Na qual, obrigatoriamente terá que pagar e muitas das vezes, é normal que essa quantia venha a fazer falta para possíveis investimentos e até para manter o local em pleno funcionamento. 

Com um sistema tributário brasileiro que além de tudo, é muito complexo, acaba se tornando um problema para quaisquer empreendedores lidarem com esses processos e, principalmente, reduzirem os custos que são lhes atribuídos.

Afinal, muitas pessoas não sabem que podem recorrer a alguns meios para diminuir essas dívidas e economizar nos impostos. 

Por que sim, em muitas situações você pode encontrar meios de garantir essa economia, dessa forma, não tendo que arcar com um custo tão alto. É nesse momento em que o regime monofásico passa a ser tão importante para o dono de uma oficina.

Acredite, ter seus impostos reduzidos pode ser mais fácil do que parece. Veja mais no próximo tópico como você pode tornar isso possível:

O que é o Regime monofásico?

O Regime monofásico pode ser uma solução para garantir a redução de impostos de uma oficina e assim, diminuir os custos do empreendedor. Embora seja pouco conhecido, com certeza pode acabar te beneficiando, e muito.

Trata-se de  uma tributação que faz a cobrança do PIS (Programa de Integração Social) e COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) de forma diferenciada.

O Regime monofásico ou também chamado de tributação concentrada e tributação monofásica, serve para que os tributos sejam reconhecidos apenas por um único responsável.

A vantagem disso é que os pagamentos das tributações ficam na responsabilidade inicial. Ou seja, os importadores, ou ainda, as indústrias distribuidoras, ficam responsáveis por fazer a quitação dessa dívida, não mais o dono da oficina.

Ou seja, ao invés de várias pessoas terem que pagar pelo tributo e você ser uma dessas, apenas um único indivíduo (CNPJ ou pessoa física) irá arcar com os custos.

O que acaba por ser uma grande vantagem para diversos tipos de comércios que lidam com autopeças, já que ficam totalmente isentos de pagar os impostos dos produtos que são enquadrados dentro do regime monofásico.

Como o regime monofásico funciona:

O regime monofásico tem a principal função de facilitar a fiscalização dos impostos da Receita Federal. Portanto, ao invés de fazer uma cobrança tributária para o produtor e ainda para seus revendedores, o imposto é direcionado integralmente para o produtor.

Na qual, o mais indicado para ele é fazer uma cotação e incluir os impostos no valor final a ser vendido.

Então, ele arca com esses custos tributários, sendo o produtor e repassa para o mercado. Como os impostos já foram acertados de forma integral com a Receita Federal, não será necessário pagar novamente.

O preço certamente já estará embutido no produto, o que permite diversas vantagens para você, principalmente se visualizarmos que você tem como ter maior percepção sobre os valores totais de cada produto comprado.

Mesmo que essas peças cheguem de maneira ainda mais cara para as oficinas, terão um preço único e uma única cotação financeira.

De forma resumida: o produtor paga os impostos sobre essas peças e embute essas taxas assim que chega para o mercado. Ou seja, quando você comprou, já pagou pelos tributos.

Qual a importância do Regime monofásico? 

O Regime monofásico é, por exemplo, extremamente importante para a redução dos impostos de uma oficina, que já tem os custos de compra de determinadas peças.

Em processos legais, essa forma de tributação simplifica ainda mais para os empreendedores.

Quais os benefícios do regime monofásico?

Existem vários benefícios que o regime monofásico pode garantir, separamos uma lista com os principais e que com certeza você precisa conhecer. Veja a seguir:

1 – Economia nos impostos:

Sem dúvida, a principal vantagem do regime monofásico é a diminuição (e até mesmo anulação) de impostos sobre mercadorias. O que significa que conseguirá reduzir consideravelmente os seus custos e não terá que arcar com novas contas.

Já tendo adquirido as peças para a sua oficina, suas dívidas com a receita federal já estarão pagas e, portanto, estará isento dos impostos. 

E-book

O que é uma enorme vantagem para você e seu empreendimento terem uma melhor movimentação financeira. 

2 – Processos menos burocráticos:

Se sua empresa já está ativa a um bom tempo, é extremamente provável que você já conheça as burocracias que envolvem o acerto de contas e pagamentos dos impostos de todas as peças.

Você deve lidar com diversas papeladas, fazer diversos cálculos para avaliar e conferir esses tributos e ainda emitir uma nota fiscal.

Infelizmente, são várias etapas e consideradas bem estressantes… Afinal, deve ter total atenção para não fazer pagamentos de forma equivocada.

Uma vez que não tenha que pagar os impostos de PIS e COFINS, então, não terá que enfrentar esses inúmeros processos burocráticos e principalmente, terá mais tempo para fazer uma gestão financeira de qualidade.

3 – Maior facilidade nos processos da gestão financeira:

A gestão financeira se torna muito burocrática e complicada exatamente pela questão tributária e de todos os acertos que tem que fazer. São essas tantas burocracias que complicam todo o processo. 

Portanto, ter mais praticidade e a gestão financeira “descomplicada” é também uma das principais vantagens do regime monofásico.

Faça uma gestão financeira seguindo os princípios de gastos e lucros… Não será necessário mais tantas complicações.

4 – Impostos já embutidos e que permitem melhor análise de custo-benefício:

É muito normal não mensurar os impostos de PIS e COFINS quando se vai executar uma compra de determinadas peças e mercadorias. Você observa o valor, compra, mas ainda tem que calcular os tributos finais.

Com o regime monofásico você já recebe os valores de maneira embutida, então, consegue analisar melhor o seu custo benefício e tomar uma melhor decisão em relação aos valores.

Avaliar melhor os preços e ver quais serão mais vantajosos sem se preocupar com os impostos é uma vantagem que com certeza faz a diferença para a sua oficina.

Essas são apenas algumas das vantagens desse meio de tributação.

Como conseguir o regime monofásico?

No caso, você não precisa adquirir o regime monofásico, ele é algo que você já tem direito de recorrer. Ou seja, você não precisa arcar com esses custos, já que não fazem parte do seu dever como empreendedor.

Inicialmente, você apenas precisa saber quais são as peças que estão inclusas nesse regime e portanto, não precisa pagar esses impostos.

Todas as peças entram dentro do regime monofásico?

A boa notícia é que grande parte das peças de oficinas entram no regime monofásico, no entanto, não são todas.

É necessário conhecer quais não têm a responsabilidade de pagar e dessa forma,  não computar nos impostos a serem pagos.

Não sabe quais são essas peças? Você pode consultar clicando nesse link.

Paguei impostos completos por anos – perdi todo o meu dinheiro?

É possível e até muito normal que os impostos sejam pagos de forma integral, principalmente quando a pessoa não sabe sobre o regime monofásico. 

Mas não significa que tenha perdido todo o seu dinheiro, pelo contrário, a grande vantagem é que você pode recorrer e reaver suas contas, para assim, ter a chance de conquistar o seu dinheiro novamente. Ou ainda, deixá-lo como crédito pendente, descontando, dessa forma, nos próximos impostos que tem a pagar.

Para tornar isso possível, você pode abrir um processo chamado revisão tributária, ou ainda, revisão fiscal.

Com isso, serão analisados os 5 últimos anos contábeis da sua empresa. Caso sejam encontrados e comprovados erros nessa compensação financeira, então, você poderá ser ressarcido de uma das duas maneiras citadas acima.

O bom de fazer esse tipo de processo é que será analisado se houve qualquer problema contábil, até mesmo que não esteja relacionado com o regime monofásico.

Para ter esse processo agilizado e ter um melhor acompanhamento, é indicado que você contrate um profissional especializado, que entenda de tributos e afins.

Se não sabia até hoje que não precisava pagar imposto em cima de todas as peças da sua oficina, então, está na hora de rever esses valores: tenha o seu dinheiro ressarcido! 

Pague impostos mais baratos e economize no seu negócio!

Agora que você já tomou conhecimento sobre esse novo regime tributário, terá menos custos e todas as vantagens citadas anteriormente. Além de poder reaver os pagamentos anteriores e ter ainda mais benefícios à sua disposição.

Realmente ter esses conhecimentos sobre o mercado contábil é muito importante para o seu negócio, então, não esqueça de contratar um profissional que entenda ainda mais dessa área.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.