Tudo que você precisa saber para aumentar sua margem de lucro

Quer saber como aumentar a lucratividade do seu negócio? Então entenda melhor o conceito de margem de lucro, descubra porque é tão importante calcular corretamente e como ela pode trazer mais capital para seu caixa

Se o seu objetivo é alcançar resultados de vendas cada vez melhores e saber identificar boas oportunidades para aumentar a lucratividade do seu negócio, o indicador certo para ficar de olho é a margem de lucro.

Ao adicionar um novo produto ou serviço a seu catálogo, é a margem de lucro que permite a você alinhar as necessidades de seus clientes com as suas, podendo oferecer preços competitivos, garantir capital de giro e abastecer seu caixa.

Mas você sabia que analisar sua margem de lucro pode também fornecer informações importantes para determinar os rumos da empresa? Quanto melhor você souber como aproveitá-las, mais acertadas serão suas decisões.

Este artigo tem como objetivo ajudar você a compreender melhor a margem de lucro da sua empresa e conhecer alguns caminhos possíveis para aumentá-la. Confira!

O que é margem de lucro?

Margem de lucro é o valor da diferença entre o faturamento obtido por uma empresa em relação ao investimento realizado. 

Ou seja, ao vender um produto, o lucro é o valor que sobra ao serem descontados todos os custos envolvidos para disponibilizá-lo para o cliente. 

A margem de lucro é representada por uma porcentagem, que ao ser adicionada aos custos totais forma o preço final do produto ou serviço oferecido.

Cada segmento do mercado possui uma margem de lucro ideal. Ao começar um novo negócio, é fundamental também analisar a margem praticada pelos concorrentes. Sem isso, pode ficar impossível fazer uma gestão financeira eficiente.

Entenda um pouquinho mais sobre os três pilares da margem de lucro:

Custo

Ficam aqui todos os valores investidos no produto ou serviço que será oferecido ao cliente. Incluindo custo de confecção, frete, impostos e quaisquer outros envolvidos.

Preço

A precificação correta pode ser determinante para o sucesso de um negócio. Ao definir o preço final de um produto ou serviço, é fundamental saber quanto os clientes estão dispostos a pagar. A partir daí, é só somar uma margem de lucro justa aos custos totais para formar um preço que esteja dentro dos padrões do mercado.

Lucro

Por fim, lucro é o retorno financeiro sobre um investimento realizado que a empresa recebe pela venda de um produto ou realização de um serviço.

Como calcular a margem de lucro?

Para se obter a margem de lucro simples de um determinado produto ou serviço, primeiro determinamos seu lucro bruto utilizando a seguinte fórmula: 

Lucro Bruto = Faturamento – Custos

Para determinar a margem de lucro, em porcentagem, utilizamos uma segunda fórmula bastante simples:

Margem de Lucro = (Lucro Bruto/Faturamento) x 100

Imagine que um produto fabricado e vendido por você tenha um custo total de R$ 80. Esse valor foi gasto para compra dos materiais e frete. Ao decidir vendê-lo por R$ 100, seu lucro bruto é R$ 20. Portanto, nesse caso, a margem de lucro é de 20%.

Essa operação, bastante simples, é usada para obtermos a margem de lucro bruta de determinado produto ou serviço. Mas também é possível sabermos sua margem de lucro líquida, que leva em consideração tanto despesas fixas quanto variáveis, como impostos sobre faturamento, aluguel, contas de telefone, de água, de luz, etc.

Margem de lucro x margem de contribuição

Outro conceito bastante próximo à margem de lucro é a margem de contribuição. Assim como a margem de lucro líquida, a margem de contribuição também leva em consideração as despesas variáveis. Ao final da operação, o valor obtido deve ser o bastante para garantir o pagamento das despesas mensais e alimentar o caixa.

Pode-se obter a margem de contribuição (M.C.) do negócio com a seguinte fórmula:

M.C. = Faturamento – (Custos Variáveis + Despesas Variáveis)

O objetivo desse cálculo é definir uma margem de segurança para que o empreendedor possa saber a quantidade mínima de vendas que devem ser feitas a fim de pagar todos os seus custos e despesas e ainda obter lucro.

Se o resultado dessa operação indicar que falta capital para honrar as despesas e garantir uma margem de lucro, é aconselhável considerar um possível aumento de preço de produtos e/ou serviços ou diminuir os custos envolvidos em sua produção.

Por que calcular a margem de lucro?

A principal função da margem de lucro é otimizar a venda de produtos e/ou serviços a fim de gerar lucro para o negócio.

E-book

Esse cálculo permite determinar com mais assertividade um preço final eficiente que cubra os custos envolvidos no processo de venda e que caiba no bolso do cliente, ou seja, um valor que ele esteja disposto a pagar.

Não calcular corretamente a margem de lucro é um grave erro de gestão financeira, pois existe o risco de uma precificação errada comprometer todo o faturamento. Assim, mesmo com um grande volume de vendas, ainda é possível sofrer um enorme prejuízo que, se não for logo identificado, pode virar uma bola de neve.

Outra vantagem de dedicar atenção à margem de lucro é saber se sua empresa pode se dar ao luxo de pagar para receber o valor total de vendas parceladas de uma vez só, sem precisar esperar longos meses para ter o dinheiro em caixa.

Como saber se a margem de lucro é ideal?

Agora que você já sabe como calcular a margem de lucro e sua importância para o sucesso financeiro do negócio, como determinar se ela é uma margem boa ou não?

Geralmente, cada setor possui sua própria margem mínima aceitável. Estimativas sugerem que, para o Comércio, a margem de lucro ideal é entre 15% a 20%, enquanto para o setor de Serviços costuma ficar entre 20% a 30%, por exemplo.

No entanto, é possível observar casos de empresas que pertencem ao mesmo segmento, mas que possuem margens de lucro bem diferentes. Mas como isso acontece? O segredo pode estar na organização de cada uma. 

Dependendo dos custos e despesas de cada negócio, fundamentais para a definição do preço final e, consequentemente, da margem de lucro, a rentabilidade também pode ser maior ou menor.

Em outras palavras, isso quer dizer que as empresas que encontram alternativas sustentáveis para diminuir seus investimentos sem prejudicar a qualidade final do produto ou serviço oferecido têm mais chances de aumentar sua margem de lucro.

Mas este não é o único caminho possível. Veja, no próximo tópico, algumas outras dicas para conseguir aumentar a margem de lucro do seu negócio com segurança.

4 dicas para aumentar sua margem de lucro

É certo que toda empresa deseja aumentar sua margem de lucro, mas como fazer isso sem aumentar demais seu preço final e perder competitividade no mercado?

Reduza os seus custos

Reduzir os custos envolvidos na venda de algum produto ou oferta de serviço costuma ser a primeira alternativa para aumentar a margem de lucro de um negócio.

Nesse sentido, que tal buscar parceiros e fornecedores que sejam mais em conta? Lembre-se de levar em consideração também a qualidade do trabalho, prazos de entrega, valores de frete (quanto maior a distância, mais caro fica), etc.

Outro caminho possível para reduzir seus custos pode ser fazer um planejamento tributário mais eficiente e que resulte na redução dos impostos pagos. Mas antes de definir qual é o melhor regime tributário para seu negócio, consulte um contador.

Por fim, se você trabalha com um grande volume de vendas no cartão, um bom caminho para reduzir seus custos operacionais é escolher uma operadora que não cobra para antecipar o dinheiro das suas vendas, como é o caso do Parcele Já

Ofereça um diferencial valioso

O que diferencia uma loja que vende poucos itens, mas que possui alta margem de lucro, e um comércio que vende muito, mas que tem uma margem muito menor?

É o valor que o cliente enxerga em cada um desses produtos.

Esse valor geralmente está atrelado a algum diferencial presente no produto ou serviço. Há casos em que oferecer algum diferencial permite trabalhar um preço final maior do que a concorrência, sem que vendas sejam perdidas por conta disso.

Para ter um bom diferencial não é necessário quebrar a cabeça, apenas entregar algo que tenha valor para seu cliente. Por exemplo, um programa de fidelização, um atendimento de altíssima qualidade, um pós-venda atencioso. Quanto mais seu negócio conseguir se destacar dos concorrentes, mais essa estratégia funcionará. 

Selecione seus produtos/serviços

Saber escolher melhor quais produtos ou serviços você oferecerá em seu negócio também pode ser decisivo para conseguir aumentar sua margem de lucro.

Afinal, de pouco adianta vender muitos itens e faturar bastante com eles se, ao final de toda essa operação, seu lucro for bem abaixo do esperado, não é mesmo?

Outro cenário completamente diferente é ter um faturamento mais baixo, devido a venda de itens em menor quantidade, mas obter um lucro consideravelmente maior.

Daí a importância de conhecer a margem de lucro de cada produto ou serviço que você pretende oferecer em seu negócio. Dessa forma, você pode selecionar melhor tanto os que são mais buscadas pelos clientes quanto os que possuem margens maiores.

Incentive o cliente a levar mais itens

Se uma das despesas de seu negócio é atrair clientes utilizando estratégias de marketing, você pode aumentar sua margem de lucro incentivando cada cliente a comprar mais de um item por vez, aumentando também seu ticket médio!

Afinal, ações de marketing não costumam sair nada baratas, principalmente quando são feitas nas mídias digitais. Portanto, quanto mais cada cliente gastar, mais retorno você terá sobre o investimento realizado para sua aquisição.

Algumas estratégias que podem ajudar você a ter sucesso nessa parte são deixar produtos relacionados mais próximos entre si (ex: cadeiras de escritório, gaveteiros, organizadores, entre outros).

Outra possibilidade é oferecer opções de pagamento que facilitam a compra de vários itens sem sobrecarregar o orçamento do cliente,  como o parcelamento. Mas, antes, é aconselhável verificar se vale a pena oferecer essa opção em seu negócio.

5 thoughts on “Tudo que você precisa saber para aumentar sua margem de lucro

  1. Excelente material de apoio para ser usado como abordagem inicial ou até mesmo para retomar conversas junto aos prospects; irei salvar e com certeza começar usar objetivando criar mais conexão com os mesmos…
    Obrigado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

luis-marumo