Sistemas de transmissão: 10 sinais de problemas que nunca devem ser ignorados

Qualquer falha no sistema de transmissão automotiva pode indicar problemas maiores no futuro. Fique atento a estes sinais para evitar muita dor de cabeça!

O sistema de transmissão é praticamente o coração do veículo, responsável por levar energia do motor até a roda. Ele regula diversos mecanismos do carro, por isso, se qualquer problema elétrico acontecer, pode ser que lá atrás ele tenha começado no sistema de transmissão.

Qualquer mecanismo do seu veículo não pode ser deixado de lado, já que um pequeno problema pode se tornar um problemão. Essa regra vale muito para o sistema de transmissão, já que um estrago grande dele praticamente inviabiliza o uso do carro ou qualquer outro veículo de locomoção.

Neste artigo falaremos sobre alguns sinais de que o sistema de transmissão tem problemas, sinais esses que não podem ser ignorados pela gravidade que o longo prazo pode trazer ao seu veículo. Veja a seguir, primeiro, qual a importância desse sistema e por que você precisa ficar de olho nele.

Qual a importância do sistema de transmissão do veículo?

Muita gente já sabe o porquê, mas o cuidado do sistema de transmissão vai além de saber o motivo da sua existência. Primeiramente, a importância desse sistema, além de ser o responsável pelas funções básicas do veículo, vem também a regulação da força humana no controle daquele carro ou caminhão, por exemplo.

Sem o sistema de transmissão, não seria possível regular o toque feito por nós nas funções do carro, como a força na seleção das marchas, ou na aceleração, também na hora de frear. A falta da regulagem faria com que dirigir veículos fosse algo extremamente difícil e perigoso, ao mesmo tempo. Não que não seja, mas a prática e experiência diminuem essas tensões.

Os tipos de sistemas de transmissão

Temos disponível no mercado, a transmissão manual, que é a mais comum, que é quando usamos a embreagem e alavanca do câmbio e a troca de marcha é feita manualmente pelo motorista. Normalmente são modelos mais baratos que exigem menos manutenção do que o comum.

Já o sistema de transmissão automático é quando as marchas se trocam automaticamente, sem a necessidade de intervenção manual do motorista. No câmbio, a mudança é representada por letras, como R,P,N e D.

A transmissão automatizada, outro sistema, o condutor seleciona a marcha e o sistema aciona a embreagem e troca. Outros sistemas ainda existem, mas trouxemos os mais comuns neste parágrafo. Veja mais detalhes neste outro artigo sobre o assunto.

10 sinais de que há algo errado no sistema

Em alguns casos, falta apenas conhecimento para saber se o veículo está com problemas mecânicos. Então, veja dicas de como saber identificar esses problemas de acordo com o que seu cliente observar no dia a dia dele.

1 – Carro sem força

Se, quando o carro enfrenta percursos complicados, como ladeiras, ou precisa atravessar uma via rápida, ele começa a falhar, é por que algo está errado. Esse é um problema que pode estar acontecendo na embreagem, que pode estar desgastada por mau uso ou falta de manutenção.

2 – Problemas ao engatar

Não é correto ter que fazer muito esforço para engatar o veículo. Isso pode ser um sinal de baixo fluído da embreagem, por exemplo, o que causa desgaste e folga nesses mecanismos do veículo.

3 – Sons no pedal

Mais um sinal de que algo na embreagem vai mal e também afeta todo o sistema de transmissão do carro. Se isso não for visto logo, pode acabar desgastando a embreagem e prejudicando o sistema de transmissão.

4 – Falhas constantes ao dar partida

Esse é um tipo de problema que não pode ser ignorado de jeito nenhum, já que pode indicar falhas na bateria ou até mesmo na bomba de combustível. Se o carro é automático, por exemplo, todo o sistema de transmissão automático já pode estar com problemas sérios, até mesmo para manter o som do carro ligado ou controlar a abertura de vidros.

5 – Alinhamento ruim

Em uma linha reta, se o carro faz curvas sem o comando do motorista, é sinal de que o alinhamento já está desregulado. Quando se ignora esse tipo de sinal, o motorista pode facilmente se envolver em acidentes e piorar todo o sistema do carro. Neste caso, as rodas precisam ser balanceadas.

6 – Vazamentos

Os estragos feitos pelo vazamentos têm relação com a lubrificação, que uma hora não vai chegar no sistema de transmissão. Ignorar esse sinal é perigoso, principalmente se o vazamento for de óleo do motor, que pode causar acidentes graves com o veículo, até mesmo incêndios.

7 – Travamento do câmbio

Em carros automáticos, é comum o câmbio travar, principalmente se não foi feita manutenção recente. Esse é um claro problema no sistema de transmissão, ou o acionamento de algum mecanismo de segurança do carro para alertar o motorista de algum perigo interno do veículo.

8 – Problemas elétricos

Nem sempre é o motor que causa panes elétricas em alguns veículos. Se os vidros, teto solar, ou até mesmo o aparelho de som do carro estiver com falhas e “piscando” muitas vezes, atenção! Esse pode ser um sinal de que o sistema de transmissão não está suportando levar energia para todo veículo e precisa ser verificado.

9 – Vestígios no câmbio

Até mesmo resquícios de óleo podem aparecer no câmbio podem indicar um problema grave de vazamento. Travamento, dureza no manuseio e falhas constantes são outros sinais que podem estar atrapalhando todo o sistema de transmissão do veículo.

10 – Meses sem manutenção

Ok, esse último item não é bem um sinal, mas uma constatação de que o cliente certamente terá problemas caso deixe de levar o veículo dele a uma revisão periódica, principalmente se ele for alguém que não presta muita atenção em problemas no carro.

É importante aconselhar seu cliente que antes de viagens, ou pelo menos a cada três meses, ele faça uma revisão geral do carro para eliminar qualquer tipo de problemas enquanto ainda estão no início. Isso irá garantir que o carro dele continue valorizado e servindo muito bem por um bom tempo!

E agora que você já está preparado para identificar problemas no sistema de transmissão, que tal mostrar para seus clientes que você entende do assunto usando algumas dessas estratégias de marketing para oficinas?

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.